Uma consultoria realizada pelas imobiliárias listou algumas cidades consideradas melhores, segundo a empresa Delta Rankings, casteval casas em condominios, as melhores oportunidades.

A pesquisa analisou 77 características de cada uma das mais de 5,5 mil cidades do Brasil. O estudo levou em consideração, variáveis relacionadas às áreas de:

  • desenvolvimento municipal e escolaridade do prefeito;
  • governança, plano diretor, legislação específica, políticas públicas e funcionários;
  • bem-estar, expectativa de vida, mortalidade infantil e razão de dependência;
  • na área econômica, desigualdade de renda, pobreza e carteira assinada;
  • na área financeira, receita orçamentária e despesa de pessoal;
  • domicílio com acesso à água encanada, banheiro, coleta de lixo e energia elétrica;
  • saúde e os equipamentos, unidades e profissionais;
  • educação e a expectativa de anos de estudo, alfabetização e atraso de idade-série;
  • segurança e as taxas de homicídio;
  • acesso á internet, equipamentos digitais e canais de cidadania.

A melhor cidade do Brasil hoje é Santos, no litoral de São Paulo. A pior cidade é duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Dentre os 50 municípios com melhor desempenho na avaliação, apenas 06 são de estados das regiões norte e nordeste. A lista vai de 1 a 100, sendo que a primeira é a melhor e a última a pior.

Para a montadora Volvo o futuro já chegou, seu lançamento Intelli Safe Auto Pilot é um modelo de carro autônomo. A marca já adianta como os motoristas irão dirigir seus carros.

O piloto automático será acionado por duas borboletas parecidas com aquelas usadas para trocar de marcha. O modelo terá um dispositivo de aviso com luzes no painel alertando que o motorista entrou em uma via onde o modo autônomo estiver disponível. O motorista irá acionar as borboletas simultaneamente para ativar o modo Auto Pilot.

Depois de ativado, o sistema confirmará o trajeto e a responsabilidade do percurso ficará por conta do automóvel. Ao fim do trajeto, o motorista será avisado com antecedência para retomar o controle. Se dentro desse tempo o motorista não retomar o controle, o carro irá por conta própria a um lugar seguro e desligará o veículo.

A primeira apresentação será em 2017 no projeto Drive me, na Suécia. A Volvo irá disponibilizar 100 modelos XC90 autônomos para ser usados pelos consumidores. Depois de percorrerem trajetos pré-selecionados de 50 quilômetros, a tecnologia estará disponível no mercado. http://www.roggia.com/

Estudo realizado do mercado imobiliário aponta que, apesar da crise, os consumidores estão positivos em relação às compras de imóveis, 63% esperam que a margem para negociações melhore, e 36% pretendem fechar negócio ainda neste primeiro trimestre de 2016. Com relação aos profissionais do setor, 40% acreditam que o interesse por imóveis deve se manter e 24% acreditam que irá aumentar, 70% esperam fazer mais negócios em 2016 do que fizeram em 2015.

As Olimpíadas do Brasil contribuem para a movimentação da construção civil e consequentemente, do mercado imobiliário principalmente nas cidades onde ocorrerão os principais eventos. Isso atrairá a atenção de investidores estrangeiros para o país.  http://www.imobiliariamota.com.br/

O número de pessoas morando sozinhas aumentou nos últimos anos assim como a mudança de cidade em busca de novas oportunidades de trabalho e estudo, jovens em busca de independência, além do aumento do número de divórcios. A demanda deve se manter ou mesmo crescer um pouco.

Com a crise econômica e política, enquanto os rumos do país não forem decididos, a incerteza no mercado imobiliário permanecerá. A quantidade de novos empreendimentos diminuiu em 31% segundo matéria da Folha de S Paulo. O estoque de unidades disponíveis para venda ainda está alto. A demanda por compras de imóveis se manteve, porém o crédito minguou e, consequentemente, os preços baixaram.

O ano de 2016 será um bom ano para os consumidores que estiverem preparados para comprar imóveis e uma boa oportunidade para as construtoras e incorporadoras engordarem o caixa e liquidarem os estoques de unidades.